COORDENADORIA DE GESTÃO DA
EDUCAÇÃO BÁSICA




Projeto Escola de Tempo Integral

 

Nas últimas décadas temos assistido a diversas transformações econômicas, políticas e culturais que acabaram por moldar novas formas de comportamento e novas formas de relações sociais.

A globalização e o advento das novas tecnologias de informação, como a internet, mudaram a forma que temos de nos relacionar e de nos comportar. Os estudantes que hoje ingressam na escola pública representam essa nova geração que traz novos desafios e novas responsabilidades para a educação pública. Esses desafios ultrapassam – e muito – os compromissos e funções que a escola pública cumpriu em outras épocas. É necessário preparar nossos alunos para viverem nesse novo contexto social marcado por uma dinâmica cada vez mais rápida da troca de informações e conhecimentos. A jornada em tempo integral tem o objetivo de oferecer aos alunos da rede pública do estado de São Paulo uma formação mais completa, que contemple tanto os conhecimentos tradicionais quanto os conhecimentos artísticos e que se direcione para o desenvolvimento de uma personalidade criativa e cidadã.

A Escola de Tempo Integral pretende conjugar a ampliação do tempo físico com a intensidade das ações educacionais. Um tempo que deve proporcionar ao aluno possibilidades de enriquecimento de seu universo de referências, ao aprofundar conhecimentos, vivenciar novas experiências, esclarecer dúvidas, desenvolver atividades artísticas e esportivas. Representa assim, um avanço em direção à concretização de uma escola inclusiva que mantém a qualidade e amplia as oportunidades. 

O projeto desenvolvido no Estado de São Paulo iniciou no ano de 2006. Atualmente 313 escolas funcionam em regime de Tempo Integral onde os alunos permanecem de 7 a 9 horas diárias, divididas em 2 turnos, um com disciplinas do currículo básico e outro com oficinas curriculares obrigatórias de Hora da Leitura, Experiências Matemáticas, Atividades Artísticas, Atividades Esportivas e Motoras e de Informática Educacional. As oficinas optativas para as escolas são: Saúde e Qualidade de Vida, Orientações para o Estudo e Pesquisa e Língua Estrangeira (inglês para ciclo I e espanhol para o ciclo II do Ensino Fundamental).

Clique aqui para lista de escolas que fazem parte do projeto